quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Sobre a lei antifumo

A partir da meia-noite do dia 7 de agosto começará a valer a lei antifumo no Estado de São Paulo. Confesso que fiquei contente ao saber da existência dessa lei, primeiramente porque eu não fumo mas toda vez que saio para algum lugar sou obrigada a fumar por tabela junto com as pessoas que acendem seus cigarros sem se importar se a pessoa do lado gosta ou não. Tudo bem, todos temos a liberdade de fazermos o que escolhemos, mas e a minha liberdade de não fumar? Se a fumaça não se espalhasse por todo o recinto, era outra história.

Sem contar também que quando vamos à um restaurante, barzinho, lanchonete e afins, antes de sairmos de casa tomamos um banho, colocamos uma roupa legal, passamos perfume, ou seja, saímos todos limpinhos e cheirosos, mas, em cinco minutos que entramos no local, alguém acende um cigarro e o cheiro, que não acho nada agradável, me desculpem, gruda em todo o seu ser, cabelos, roupas, até a roupa de baixo fica impregnada com o odor, todo o seu esforço de sair limpinho e cheiroso vai pro brejo. No dia seguinte, é preciso pendurar suas roupas no sol e deixá-las lá o dia todo, pra depois lavar, porque só assim pra se livrar por completo do odor.

E tudo isso é só uma parte do incômodo, não-fumantes acabam fumando por tabela, o que é pior. Ou seja, essa lei está protegendo os não-fumantes que não tem escolha de fugir do cigarro a não ser não frequentar lugares públicos, o que é meio difícil né.

Para saber sobre a nova lei: http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2009/08/06/ult5772u4873.jhtm

7 comentários:

Juliana Amaral 2 disse...

acho que todos os barzinhos deveriam por lei, reservar espaços para os fumantes fumarem...

Hoje em dia os estabelecimentos não têm que se adaptar a cadeirantes? Mesma coisa com fumantes.

Petrucchio disse...

Hey, fofas!
Ana..leia meu texto no AC.
Bem que podia colocar um linque dele aqui! :)

Pri disse...

A maioria dos barzinhos tem espaço pra fumante, mas não por lei.
Essa lei é uma das coisas mais ridículas que já vi.

Vc tem o direito de manter sua saúde e não fumar.Quem fuma tem tanto direito quanto. Seria mais certo haver estabelecimentos para fumantes, não fumantes e meio a meio. Quem se incomoda com a fumaça ou com a saúde...não frequente o lugar dos fumantes ! Cada um na sua, todos saem satisfeitos.

O governo não pode obrigar ninguém a manter a saúde, cada um sabe o que faz com seu corpo. O governo brasileiro tem uma tendência de criminalizar tudo o que ELES consideram errado, não que eles pensem na população. Pensar na população é pensar no direito de CADA INDIVÍDUO e não da maioria. Democracia não é privar uns pra agradar à outros.

Juliana Amaral 2 disse...

Perae perae perae ".Vc tem o direito de manter sua saúde e não fumar.Quem fuma tem tanto direito quanto"

Peraê... vocês estão confundindo as coisas...

Fumar é algo voluntário... Diferente de RESPIRAR.

Um fumante PODE MUITO BEM durante a balada ir para um cantinho reservado e fumar... não vai matar o cara...

Diferente do NÂO FUMANTE. Quer dizer q se eu que não fumo e não quiser fumar passivamente sou obrigada a parar de respirar?

Pelo amor de Deus gente, não tem nexo isso.

Sou contra a lei quando ela diz que agora fumante nao tem vez... Mas sou a favor de criar espaços diferentes sim.

Outra coisa, "O governo brasileiro tem uma tendência de criminalizar tudo o que ELES consideram errado, não que eles pensem na população"

Peraê né, com certeza muitas dessas pessoas que aprovaram a lei também são fumantes gente... É consciencia isso.

Marcia disse...

Como fumante devo me manifestar...
Me sinto discriminada ao extremo e, ontem passei pela terrivel experiencia de ter que sair do recinto para fumar....
Sabe akela sensação que vc ve nos desenhos, do menininho com chapéu de burro no canto da classe? Pois é, é a mesmíssima sensação.... Concordo que o fumante incomoda, mas não acho que isso vá resolver a real questão que o governo quer. Deveriam sim, tratar o vício como uma doença e dar meios de se conseguir tratamentos. Ser marginalizada não me tornará uma NAO FUMANTE.
Aliás, discriminar" nunca foi solução pra nada...
Concordo que deveria haver lugares frequentados só por fumantes, afinal, todos temos direitos de nos divertir.
Eu odeio bebidas e bêbados em geral, se eu não quiser conviver com eles... devo ir à igreja, não a barzinhos, certo?

Rê disse...

Já houve o tempo em que fumantes eram separados de não-fumantes em bares e não adiantou. Vâo ter que criar uma estufa pros fumantes nos bares? num é mais fácil sair pra fumar? num é mais facil controlar onde o fumante pode fumar do que controlar espaços que vão gastar ainda mais?
Bom, eu penso desde o começo que essa lei vai ajudar não só os não-fumantes mas como os fumantes. Eles vão ter que se controlar um pouco e vão moderar mais o cigarro em suas vidas. Essa coisa de meio termo, de criar espaços, acho que não funfa. E ficar criando bares pra separar os fumantes, tbm acho que daria mais trabalho!

oi disse...

"Deveriam sim, tratar o vício como uma doença e dar meios de se conseguir tratamentos."

Dificil um fumante querer tratamento, Márcia. Se falando que fumar dá cancer, que mostram imagens de pessoas debilitadas no maço de cigarro, se há propagandas que icentivem que o fumo faz mal e ainda tá do jeito que tá, vai ser dificil. Pelo menos com essa lei os fumantes vão ficar um pouco "revoltados" e terão que se adaptar e automaticamente aos poucos, quem sabe, deixar de fumar ou fumar menos..!