domingo, 26 de abril de 2009

Respeito

Recentemente aconteceu um episódio, coisa mínima, sutil, que me fez rir a princípio, depois passei a refletir, relembrar outros episódios de igual sutileza e juntar tudo numa poça de ridicularidades. Não vou detalhar as histórias porque minha intenção não é expor ninguém e sim expor a revolta que acabou surgindo. (caramba, falei bonito agora hein? Ahahahah)

Eu sempre me esforço para não julgar alguém pelos seus atos ou crenças, sempre busco entender o que há por trás de toda ação. Recentemente eu passei a não me importar com o que os outros acreditam, desde que isso não fizesse mal a outros, nem a eles mesmos. Quer acreditar que existem fadas do dente, em papai noel, em coelinho da páscoa? Tudo bem por mim, só não me venha encher a paciência e tentar me convencer a acreditar no mesmo que você.

O saco de religião é a hipocrisia delas. Todas pregam a tolerância com o próximo, mas elas não toleram é nada. Uma religião critica a outra, criam costumes idiotas e coisas afins, esquecem de pregar sobre os verdadeiros ensinamentos de Jesus: o amor ao próximo, a misericórdia e todas essas coisas que fariam do nosso mundo um lugar melhor. Sabem, acho que muitos de nós detestam quando um testemunha de Jeová toca nossa campainha na hora mais imprópria possível e começam a falar e falar e falar, mas quer saber? Eu começo a achar isso muito legal, porque eles não vem no seu portão dizer: "Seja um testemunha de jeová, nós somos melhores que os outros e somos a religião verdadeira", eles realmente vem espalhar a Palavra.

Eu tenho amigos de todos os tipos de religião, e que não tem religião também. Acho muitas coisas de cada religião uma babaquice, mas não fico enchendo o saco de quem é, eu respeito a crença e as opniões de todo mundo, eu acredito em DEUS e cresci na religião católica, mas não fico enchendo a paciência de quem não acredita, não quer saber do assunto então não saiba, só não venha me encher porque eu acredito, o que importa pra mim é exatamente os ensinamentos: vivermos todos em harmonia e com tudo de bom que possa existir e é isso que eu tento espalhar para o mundo. O que realmente me irrita são aqueles que ao invés de tentar espalhar os ensinamentos, querem tentar te arrastar pra igreja deles. Esse tipo de pessoa acaba agindo de forma ridícula e só conseguindo afastar mais ainda, fazendo DEUS ser associado a atitudes babacas e sendo ridicularizado junto com a religião.

Num próximo post eu colocarei um texto que recebi por e-mail que mostra bem isso. Quero deixar bem claro que não estou desmerecendo a religião de ninguém, como disse anteriormente, respeito a crença de todos, e acho que a religião pode ser um guia para a vida das pessoas, desde que estas saibam não se deixar serem manipuladas pelos fatores humanos.

Até a próxima! =)

7 comentários:

Ana Tafarello disse...

Estava pensando no texto enquanto fui me arrumar pra dormir (ou deveria dizer desarrumar? XD) e acabei divagando pra outras coisas.

Já entrei em várias discussões com pessoas que não acreditam em DEUS e ficaram tentando me ridicularizar. O me irrita é que eu nunca consigo achar um jeito de explicar o porque eu acredito, sempre me rebatem dizendo que eu acredito pq cresci com alguém me dizendo pra acreditar, e me rebatem também falando coisas sobre o papai noel e o coelhinho da páscoa.

Ok, eu não consigo achar uma razão científica pra te explicar o pq de eu achar que o Papai Noel não existe mesmo mas DEUS sim. Eu só consigo dizer o seguinte: eu tenho fé.

Ana Tafarello disse...

Já chegaram a me perguntar o que é a fé. E eu acabei de pensar numa resposta válida: ter fé é acreditar que o impossível pode tornar-se possível.

Quem leu Os Segredos da Mente Milionária, ou então algo sobre o poder da atração, leu algo mais ou menos assim: "se você pensar tal coisa, o universo te trará tal coisa. Portanto você deve ter pensamentos bons e sempre dizer a si mesmo aquilo que você quer e acreditar nisso, que o universo se encarregará de fazer isso acontecer".

O que isso tem de diferente em acreditar em DEUS? Porque acreditar no poder do universo é válido e acreditar em milagres não é?

Juliana Amaral disse...

Bem Ana... O problema não é a religião, religião ajuda... pq ela é a que te empurra pra frente quando vc não tem em que se apoiar. Não acho que isso é errado, isso é confortante.

Quando estou triste eu pego a bíblia e começo a ler... Sei lá, parece que me conforta sabe? como se alguém estivesse me abraçando e falando q tudo vai melhorar...

Acho que eu tb vou escrever um post sobre isso.

Beijos

Ana Tafarello disse...

Mas esse é o meu ponto Ju. A bíblia está lá independentemente de religião. A não ser aquelas que alteram né.

Eu também acho que a religião pode ajudar e confortar alguém, não to falando que não.

Eu to falando que eu gostaria que as pessoas de outras religiões respeitassem você e suas crenças, que se eles fossem querer te convencer de algo, que seja os ensinamentos de verdade: o amor, a paz e todas essas coisas, o que importa de verdade, porque não importa se você é crente ou católico, o que importa é ser uma boa pessoa certo? Mas essas pessoas de religião ao invés de fazerem isso, querem apenas te levar pra igreja deles, independente dessas coisas.

Juliana Amaral disse...

Hahahahahaha... exato. e isso tudo a grande e bela interpretação errônea da Bíblia.

Quando eu fiz crisma me disseram que Deus dizia que tínhamos que pregar o evangelho aos nossos irmãos.

Bem... tem gente que acha que pregar oevangelho é ficar lendo a biblia alto na rua, no trem e o escambau...

Eu já acho que é você alertar oproximo com palavras que confortam, ou aconselhar a seguir os caminhos de Deus (coisas q levem pro bem).

Ana Tafarello disse...

Exatamente isso!!

Eu acho que cheguei a te contar os episódios que eu citei no começo do post. Eu tenho vontade de rir da cara dessa pessoa e de outras que ficam agindo dessa forma pra me convencer que a igreja deles é o máximo, o pior de tudo é eles quererem me convencer que eu só vou ser uma pessoa que acredita em DEUS, só serei "salva", só vou pro céu se eu for da igreja deles.

Na mente dessas pessoas, eu vou pro inferno mesmo tendo vivido uma vida honesta, sendo uma boa pessoa e tudo mais, só vou pro céu se for da igreja deles. Na verdade, parece até que eles querem te dizer que você é um tranqueira e com certeza mexe com drogas e atua violentamente na sociedade só porque não é da igreja!

Por isso que eu digo que só os testemunhas de jeová realmente fazem o que Jesus disse (isso pq eles nem acreditam em Jesus), eles vem no meu portão pra falar sobre a paz, o amor, a misericórdia e todas essas coisas, e não pra me falar "venha para a minha igreja, que é melhor que a sua" e esse ato é mais verdadeiro do que das outras religiões, que criticam tanto essa religião e outras

Juliana Amaral disse...

por falar em testemunha de jeová eu tenho uma ótima minha. ahahahah conto depois