domingo, 1 de março de 2015

Perdida, Carissa Rissi --- Dica de Leitura

Sophia é uma garota que adora tecnologia e não consegue viver sem as comodidades do mundo moderno. Em uma noite com os amigos no bar, Sophia derruba seu celular no vaso sanitário e a primeira coisa que ela faz no dia seguinte é ir procurar um substituto para o seu tão apreciado aparelho; ela sai da loja feliz com o seu novo celular que promete ser o mais moderno de todos e após algumas dificuldades para ligá-lo, um brilho intenso surge da tela, praticamente cegando nossa heroína; quando ela abre os olhos já não reconhece nada ao seu redor, onde estão os prédios? As ruas? Os carros?

Pouco tempo depois Sophia avista um homem vindo em sua direção, vestido com um casaco comprido, colete, um lenço no pescoço e botas até os joelhos, cavalgando em um cavalo marrom, "Ele estaria indo para alguma festa à fantasia? Ou um casamento temático, talvez?". O rapaz se aproxima e lhe oferece ajuda quando vê que ela possui um ferimento na cabeça e seus trajes não estão em melhores condições, acreditando que ela tivesse sido assaltada; Sophia não entende porque ele achava que suas roupas não estavam adequadas e em meio à uma discussão, ela descobre que está no ano de 1830.

Sophia agora está perdida no século XIX, sem nenhuma das tecnologias e comodidades à que está acostumada e precisa encontrar uma maneira de voltar para o século XXI, mas pelo menos ela não está sozinha, já que o gentil e lindo Senhor Ian Clarke, o rapaz que a resgatou, ofereceu hospedagem em sua casa e sua ajuda, mesmo sem saber de onde a garota veio.

Perdida foi mais um livro que li em menos de uma semana, uma leitura muito gostosa, ri com as trapalhadas da Sophia e fiquei encantada com o personagem de Ian, e claro, com o romance que foi surgindo entre os dois. O livro possui uma continuação, chamada Encontrada, do qual irei falar na próxima Dica de Leitura, fiquem ligadas!

Além de ser um livro incrível, Perdida vai ganhar uma adaptação nos cinemas que está para estrear ainda neste ano de 2015, mal posso esperar!!

Cinco estrelas para o livro.

Beijinhos a todos!